O Homem nunca foi a lua


Para nossa surpresa, como vimos com a chegada de Chang 3 do rover lunar a cor da lua foi  diferente do que nos foi dito.
Todas as missões Apollo 60 e 70 nos mostrou um cinza claro da lua, como cinzas, o fato é que, aparentemente, a China oferece um solo avermelhado e cores marrons que não são nada como o mostrado acima ... Quem está mentindo para nós?, por que mentiu para nós?.
Provas irrefutáveis de que o homen não foi à Lua. Em 1969 era possível a comunicação dos astronautas na Lua com a NASA na Terra e tepo real como foi mostrado pela televisão? Claro que não. Ainda hoje a comunicação em tempo real seria impossível... Em 1969 os astronautas conversavam como se não sentissem os efeitos da falta de gravidade, como se não houvesse os maléficos efeitos da radiação solar.
     Algumas Evidências que o Homem Nunca foi a Lua:

Fotos de pegadas, que dificilmente se formariam na Lua, devido à ausência de umidade.

Foto com penumbras, sombras em múltiplas direções, pegadas inconsistentes,
ausência de marcas profundas do pé do Módulo Lunar e
solo aparentemente molhado num local onde não existe água.

Módulo Lunar da Missão Apollo 11. Você crê que isso voa?
Você crê que aí dentro há combustível suficiente para alimentar um propulsor capaz de colocar este módulo em órbita?

Foto batida contra o Sol sem queimar o negativo.
Chão sem indícios de utilização do propulsor na hora do pouso.

Sombras com tamanhos diferentes, mas devido a um pequeno relevo no solo.

Pelo jeito, a bandeira dos Estados Unidos foi fincada na Lua em mais de um lugar. Compare a foto acima com a foto abaixo e verifique a distância existente entre a bandeira e o Módulo Lunar.


Bandeira dos Estados Unidos muito próxima do Módulo Lunar, divergente com a foto anterior.

Mesma foto anterior ampliada, com o rosto de Buzz Aldrin exposto à radiação solar.

A foto acima é uma ampliação da foto anterior. Dentro do capacete dos astronautas, há uma proteção bem escura que deve ficar sempre abaixada para evitar a radiação solar. Mas note, na foto acima, como Aldrin suspendeu a proteção contra a radiação solar para aparecer melhor na foto. Ele não está olhando para frente. Ele está com o rosto virado para a câmera! O Sol emite uma radiação, na Terra, de aproximadamente 0,36 REM/ano. REM é abreviatura de Roentgen Equivalent for Man. Dentro de estações espaciais, astronautas costumam receber radiações de cerca de 6 REM por ano. Mas, na Lua, esta radiação pode chegar a até 7.000 REM por minuto! Tendo em vista que a população do nosso planeta está acostumada a receber entre 0,1 e 2 REM/ano e o ser humano conseguiria resistir a um máximo de 4,5 REM/mês, a radiação de 7.000 REM/minuto torna-se letal para qualquer ser humano.

Os Estados Unidos teriam tramado esta farsa porque a União Soviética estava à frente dos Estados Unidos na corrida espacial, tendo enviado, em 12 de Abril de 1961, Yuri Gagarinà órbita terrestre a bordo da nave Vostok I. A foto da Terra vista do espaço e a frase "A Terra é azul" deram grande impulsão à União Soviética. Os Estados Unidos, no auge da Guerra Fria, vendo que estavam ficando para trás, teriam resolvido dar um golpe para atrair toda a atenção do mundo para eles. Principalmente porque, um ano antes da suposta ida do homem à Lua, Stanley Kubrick lançou o filme 2001 – Uma Odisséia no Espaço, com efeitos especiais nunca vistos antes na história do cinema, que renderam um Oscar ao brilhante Kubrick! E esses efeitos especiais poderiam muito bem ser utilizados pelos Estados Unidos para forjar uma viagem do homem à Lua.


Existe uma suposta foto de Stanley Kubrick, na NASA, meio escondido, agachado atrás do astronauta Neil Armstrong, antes da suposta viagem do homem à Lua. Na mesma foto, há um telão com fundo escuro muito semelhante aos fundos usados em Chroma Key, que é uma técnica cinematográfica que permite substituir um fundo com uma cor padrão por outra imagem qualquer. Esta foto teria sido tirada dentro da própria NASA. Mas, para quê a NASA usaria um telão com um fundo especial como esse?

Homem parecido com o diretor do filme “2001, Uma Odisséia no Espaço” agachado atrás de um astronauta na NASA.
Existência de um telão com fundo escuro próximo ao astronauta que poderia ter sido usado em Chroma Key.
À direita, fotos do diretor Stanley Kubrick para comparação.

Astronautas utilizando as câmeras Hasselblad 500EL "na Lua" onde a extrema variação de temperatura
prejudicaria os negativos não permitindo que fotos tão nítidas chegassem à Terra.

Onde estão as filmagens originais do pouso na Lua?

Ainda em relação aos vídeos transmitidos, você já reparou como eles têm péssima qualidade de imagem? Segundo a NASA, a transferência dos vídeos em baixa qualidade foi proposital para que eles pudessem ser exibidos ao vivo aqui na Terra. Além da qualidade da transmissão das imagens ser baixa, durante o envio perdeu-se ainda mais qualidade. De acordo com a NASA, as imagens teriam chegaram à Terra sendo exibidas num monitor preto-e-branco que estava sendo filmado por uma outra câmera para, a partir desta última filmagem, onde se perdia mais qualidade pela terceira vez, transmitir os vídeos para as principais redes de televisão mundiais. Então, teriam sido estes os fortes motivos que fizeram com que as imagens perdessem tanta qualidade em cada um desses processos.

Porém, pairou uma dúvida no ar. E a câmera que estaria na Lua gravando todas as imagens em alta qualidade em fitas de vídeo? Ao voltar da Lua, os astronautas teriam trazido de volta gravações bem diferentes daquelas apresentadas a toda a população mundial. Porém, porque essas filmagens em alta resolução nunca foram mostradas até hoje?

A NASA afirmava estar preparando a exibição dessas imagens no aniversário dos 40 anos da ida do homem à Lua. Seriam imagens inéditas, com uma alta qualidade de vídeo! Porém, em agosto de 2006, a NASA vem a público informando que tinha perdido as fitas que continham as gravações originais da Missão Apollo 11.

Segundo a NASA, as fitas teriam sido enviadas ao Arquivo Nacional dos Estados Unidos antes de serem devolvidas à própria NASA, que teria as guardado no seu Centro Espacial Goddard, em Maryland. Mas, devido ao fato dos funcionários que trabalhavam nos arquivos da NASA terem mudado de emprego, se aposentado e até morrido, ninguém mais sabia onde essas fitas tinham ido parar.
Fonte de Algumas Evidências que o Homem nunca foi a Lua

            Você ainda acredita que o homem foi à Lua?

Wilson Ferreira

Técnico em SEO, liberal apartidário, autodidata em História, fascinado por mistérios, fundador e escritor. Nosso blog é focado em teorias da conspiração, porém você encontrará muitos artigos sobre política, história, sociedade, religião, misticismo, ocultismo e tudo que desperte um certo mistério.
    Comentários Blog
    Comentários Facebook

4 comentários:

  1. infelizmente o homem nunca foi a lua mesmo :(

    ResponderExcluir
  2. são tantas provas ... que nem tem como falar que o homem foi a lua

    ResponderExcluir
  3. em quem acreditar no governo ou em teorias?

    ResponderExcluir
  4. e pior que essas fotos não são montagens ...

    ResponderExcluir