Número de pastores candidatos cresce 40% nestas eleições

Muitos líderes religiosos, evangélicos e católicos, tentarão cargos políticos nas eleições de 2014. Serão 270 candidatos que se declaram pastores, 32 bispos e 16 padres segundo um levantamento realizado pelos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O número de pastores é 40% maior que nas eleições de 2010, já o número de bispos e padres diminuiu 25% e 30% respectivamente em relação as eleições passadas.
Esses religiosos tentarão cargos de deputado estadual e federal, além da inédita candidatura à Presidência do Brasil feita pelo Pastor Everaldo Pereira, do Partido Social Cristão (PSC).
Por falar em PSC, a legenda – que tem o pastor Marco Feliciano como um dos principais nomes – lidera na indicação de sacerdotes. No total são 37 pessoas com cargos eclesiásticos que tentaram se eleger.
O PT lidera na quantidade de padres filiados, são cinco no total. Em seguida está o PC do B com três padres filiados. No TSE não há candidatos que adotaram em seus nomes de campanha os cargos de rabino ou imã.
Membros de religiões afro-brasileiras também terão seus representantes da política, há pelo menos dez candidatos de diversos estados brasileiros tentando vagas como deputados estaduais e federais se identificando no nome de urna como Pai ou Mãe de santo.

Informações: UOL

Wilson Ferreira

Técnico em SEO, liberal apartidário, autodidata em História, fascinado por mistérios, fundador e escritor. Nosso blog é focado em teorias da conspiração, porém você encontrará muitos artigos sobre política, história, sociedade, religião, misticismo, ocultismo e tudo que desperte um certo mistério.
    Comentar pelo Blog
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário