Chineses trabalham sem parar para evitar o apocalipse em 2039

Cientistas chineses correm contra o tempo para tentar evitar um possível choque do asteroide Apophis com a Terra em 2036. O projeto, de dimensões gigantescas, visa pousar uma sonda no corpo celestial para desviar sua trajetória. Os especialistas querem diminuir a zero um risco que hoje é de 1 em 12 milhões.

Trabalhando a todo vapor no projeto, a Academia de Ciências da China tenta criar uma sonda caçadora de asteroides, que pousaria na superfície de Apophis em 2029. O corpo celestial gigante tem 325 metros de diâmetro e pesa nada menos do que 46 milhões de toneladas.

Reprodução
“Se conseguirmos pousar nossa sonda no asteroide, isso permitirá que os engenheiros e cientistas tomem medidas para mudar sua rota. Assim poderíamos dizer que qualquer risco de colisão será evitado", afirma Ji Janghui, professor do Observatório Montanha Púrpura.

O processo de utilização da sonda, caso ela seja criada, já é certo. Após aterrizar na superfície do Apophis, ela iria perfurá-lo e coletar amostra de seu solo, que seria essenciais para o desvio. Apesar dos riscos baixos de colisão, cientistas estimam que um possível choque do asteroide com a Terra teria efeito de 100 mil bombas atômicas.


Informações: Yahoo

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]