Estranha torre construída na Área 51

Uma estranha estrutura foi construída na famosa Área 51 e que é possível vê-la no Google Earth. Embora esta seja uma notícia um tanto antiga, a notícia da intrigante construção voltou a ser notificada na web recentemente.

Através das imagens de baixa resolução, se pode apreciar uma estranha estrutura escura de forma triangular. Se você quiser ver a torre por si mesmo, você pode fazê-lo introduzindo essas coordenadas no Google Earth: 37 ° 14'46.49 "N 115 ° 49'24.63" W.

A torre teria 21.33 de altura por 9.14 de largura.
Estimativas colocam o tamanho da torre em cerca de 21.33 (70 pés) de altura e 9.14 (30 pés) de largura. O Software de reconhecimento automático de estruturas do Google, classificou o edifício como uma nova torre de testes construída em 2007, mas nem todos concordam com essa explicação.
A estranha construção teria sido realizada em 2007, mas a sua finalidade é um mistério.
Devido à sua forma e tamanho incomum, entusiastas do fenômeno ovni acreditam que a torre deva ser um obelisco "alien", um farol de algum tipo, dedicado a "orientar as naves extraterrestres" que segundo rumores, pousariam regularmente na Área 51.

O que faria uma construção como essa no meio do deserto e justamente em tão secreta zona militar extremamente protegida?

Essa torre não apresenta detalhes suficientes para uma análise aprofundada. Isso é lamentável, mas nada pode ser feito e as únicas imagens disponíveis são as tomadas por satélites geoestacionários e são de baixa qualidade. O espaço aéreo acima da Área 51 é uma zona de exclusão aérea para aviões civis e severas restrições são também aplicadas no nível do solo.

Com informações: www.assombrado.com.br

Wilson Ferreira

Técnico em SEO, liberal apartidário, autodidata em História, fascinado por mistérios, fundador e escritor. Nosso blog é focado em teorias da conspiração, porém você encontrará muitos artigos sobre política, história, sociedade, religião, misticismo, ocultismo e tudo que desperte um certo mistério.
    Comentar pelo Blog
    Comentar pelo Facebook

0 comentários:

Postar um comentário