Impeachment de Dilma está ameaçado? Pedido de afastamento do ministro Augusto Nardes


Luís Inácio Adams, da AGU, informou à imprensa que pedirá o afastamento do ministro Augusto Nardes da relatoria e do julgamento do processo que analisa no TCU as contas fraudulentas de 2014.

A alegação de Adams e do advogado do PT disfarçado de ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, é de que Nardes infringiu o regimento do tribunal ao manifestar opinião e antecipar publicamente o voto que deverá apresentar na sessão de quarta-feira (7).

Traduzindo: o governo que atropelou a lei para ganhar a reeleição agora quer atropelar também a instituição que o desmascarou, para adiar o processo de impeachment.

A manobra – que contou com o apoio velado do ministro Benjamin Zymler, do TCU – tem ainda o agravante da velha ingratidão petista, porque o próprio Nardes alertou pessoalmente Dilma em 2013 sobre o risco de rejeição das contas por causa das pedaladas – e, mesmo assim, ela foi em frente.

Mais: Nardes deu o direito de defesa e contraditório ao prorrogar duas vezes o prazo para o governo explicar as irregularidades (precavendo-se, conforme explicou a este blog, contra possível recurso do governo no STF que poderia adiar ainda mais a decisão).

Agora, o governo promete recorrer à Corregedoria do TCU, o que levará os próprios ministros do tribunal – pressionados por Zymler – a decidirem se vão afastar ou não Nardes, que já disse ao Globo:

“Não antecipei o voto.”

Segundo ele, “a matéria já está sendo discutida há muito tempo e já houve dois julgamentos, tanto o processo original das pedaladas fiscais quanto a primeira parte do processo das contas”.

Mais:

“Lá atrás, já houve um voto preliminar, em que dizia que as contas não estavam em condições de serem apreciadas. Abrimos, então, para o contraditório”.

“Não liberei o voto à imprensa. Liberei o voto para os ministros e o Ministério Público junto ao TCU. Esse trabalho é coletivo, envolvendo toda a área técnica”.

O deputado Mendonça Filho (DEM-PE) reagiu no Twitter ao golpe do governo:

“O Congresso deve se pronunciar sobre essa intimidação do governo ao TCU, que é órgão de fiscalização auxiliar do Legislativo”; “deve respaldar e garantir a liberdade de atuar para o ministro e para o TCU. Ele não pode ser afastado, porque contraria o governo.

Mais:

“Vamos mobilizar toda a oposição para denunciar e combater essa manobra do governo Dilma, para se livrar da rejeição de suas contas.

Essa intimidação ao ministro Nardes mostra o modo petista: quando o pronunciamento é a favor do PT é legítimo. Quando é contra, é suspeito.”

Exato, deputado. E a sociedade também de tem de reagir com protestos.

O PT acusa os adversários de não aceitarem o resultado das urnas, como se o voto garantisse a impunidade, mas (ou justamente porque) não aceita a derrota nos tribunais.

Os petistas fazem o diabo, durante e depois das eleições.

Se for preciso, furam a bola e expulsam o juiz.

Felipe Moura Brasil http://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Últimas


Você já ouviu falar nos senhores do mundo? Conhecidos como ILLUMINATI? Ou em diversas sociedades secretas? (Maçonaria, Skul and Bones, Ordem RosaCruz, Ordo Templi Orientis, Illuminati, Thule, Mão Negra, Bilderberg)...
Já ouviu falar sobre a NOVA ORDEM MUNDIAL? Você pensa que esse assunto é apenas mais uma teoria da conspiração? Desligue sua TV! ABRA SEUS OLHOS!!!

Coloque seu e-mail para receber atualizações:

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]