Illuminati, Maçonaria, Nova Ordem Mundial, Profecias, Ocultismo:

"Abelhas com Alzheimer?" Poluição com alumínio ligada à demência em Abelhas


O declínio na população de abelhas pode ser causado pela alta contaminação por alumínio no inseto, um elemento químico implicado como um fator sobre a doença de Alzheimer em humanos, estabeleceu um novo estudo.

Acredita-se que um número de fatores são susceptíveis de participarem no declínio das abelhas: desde a falta de flores à ataques por parasitas. Mas os biólogos da Universidade de Keele e da Universidade de Sussex, no Reino Unido decidiram descobrir se o alumínio, o "mais significativo contaminante ambiental dos últimos tempos," pode vir a desempenhar o papel fundamental no declínio do inseto.

Pesquisas anteriores haviam sugerido que quando as abelhas se alimentam de néctar elas não evitam o néctar que contém alumínio. Assim, os pesquisadores mediram o conteúdo de alumínio em abelhas pupas tomadas naturalmente a partir de colônias coletoras no Reino Unido.

Eles descobriram níveis do teor do metal em abelha pupas que variaram entre 13 a 193 ppm [partes por milhão.] Em humanos, o teor de alumínio no cérebro superior a 3 ppm "pode ser considerado como patológico com possíveis contribuições para doenças neurodegenerativas incluindo a doença de Alzheimer," disse o estudo publicado na revista PLoS ONE.

Os pesquisadores dizem que uma série de atividades humanas, como a queima de combustíveis fósseis, que resultam em "chuva ácida" e a extração de minérios de alumínio para fazer metal de alumínio e sais, têm contribuído para a crescente disponibilidade biológica deste "metal não essencial."

Como resultado, os peixes, árvores, plantas e os seres humanos têm sido afetados pelo alumínio. A evidência sugere que as abelhas não são imunes à sua prevalência crescente, visto que a análise do Brasil indicou anteriormente que "o pólen é fortemente contaminado pelo alumínio."

"O alumínio é uma conhecida neurotoxina que afeta o comportamento em modelos animais devido à intoxicação por alumínio. As abelhas, é claro, dependem fortemente da função cognitiva em seu comportamento diário e estes dados levantam o espectro intrigante de que a disfunção cognitiva induzida por alumínio pode desempenhar um papel em seu declínio populacional - estamos olhando para abelhas com Alzheimer?" , disse o professor Chris Exley, uma das maiores autoridades sobre a exposição humana ao alumínio, da Universidade de Keele.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]