Nibiru, Planeta X, Hercólubus ou Nêmesis (Planeta orbitando nosso sistema solar)


Como já foi falado aqui no blog, Nibiru é um planeta que os Sumérios acreditavam que existe, posteriormente outras civilizações, inclusive a Egípcia também confirmou essa existência. Segundo esses povos antigos, a órbita deste planeta é elíptica e extremamente alongada. Segundo registros cuneiformes sumérios, Nibiru há milhares de anos orbita no nosso sistema solar, porém tem um padrão de órbita tão diferente dos outros planetas do nosso sistema, que ainda não o achamos. Até aí parece conto de carochinha, mas tem um detalhe: se os sumérios acertaram cálculos gigantes sobre a distância de cada planeta, as suas órbitas e até a composição destes corpos celestes, por que eles iriam errar sobre a existência desse tal Planeta Nibiru?

Os sumérios descreviam nosso sistema solar como um conjunto de 12 corpos celestes significativos – Sol, Mercúrio, Vênus, Lua, Terra, Marte, Júpter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Na linguagem zodiacal, estes astros são todos chamados "planetas", embora, entre eles, os antigos incluíssem a Lua e o Sol. Isso significa que os mesopotâmios, não somente possuíam um inexplicável conhecimento astronômico; eles também afirmavam a existência de planetas que somente a ciência contemporânea pôde reconhecer muito recentemente - Urano, Netuno e Plutão só foram “descobertos” em 1781, 1846 e 1930 respectivamente. Até hoje Nibiru é o 12º planeta desconhecido, porém procurado. Ora, se os Sumérios, há 6 mil anos, estavam corretos em relação aos nove planetas reconhecidos hoje porque não poderiam estar, igualmente corretos, em relação a Nibiru?


Completando a estranheza, os Sumérios também chamavam Nibiru de “Planeta Vermelho” ou “Planeta da Passagem” e o desenhavam como uma bola vermelha de asas. Curiosamente os Egípcios muito tempo depois faziam o mesmo desenho. Segundo o estudioso Zecharia Sitchin, Nibiru tem uma órbita de 3.600 anos, ou seja, a Terra leva 1 ano para fazer o contorno ao Sol, enquanto Nibiru por causa da sua órbita gigantesca, demoraria 3.600 anos para completar sua órbita.


 

Bem, até aí você teve argumentos para pelo menos pensar na possível existência desse planeta, agora vem a parte curiosa: Segundo os Sumérios, está nas mãos de Nibiru o destino do nosso planeta. A cada 3.600 anos Nibiru passa próximo a Terra e ocasiona catástrofes no nosso planeta. Da última vez que ele passou, causou o dilúvio, e sua aproximação é a causa das mudanças climáticas da atualidade. E dia 21 de Dezembro de 2012 fecha-se mais um ciclo, ou seja, Nibiru completa sua órbita. Além de que nesse dia haverá um alinhamento de todos os planetas, inclusive nosso querido planeta vermelho alado. Porém isso não é tudo, os Sumérios ainda diziam que Nibiru era habitado por um povo extremamente mais avançado que nós e que “deram um empurrãozinho” para nossa evolução. Calma, não pasmem, posteriormente teremos um post para os tais habitantes de Nibiru, os Anunnakis.

E mais, segundo os Sumérios, Nibiru é habitado. Eles diziam que os deuses moravam lá e vinham para terra quando o planeta se aproximava. Os chamavam de Anunnaki, que significa "aqueles que do céu a terra vieram". Eles teriam criado o homem como o conhecemos hoje (homo-sapiens), e acham que a Terra e nós mesmos são sua propriedade. Então, se Nibiru aparecer, além de problemas de ordem física em nosso planeta, muito provavelmente teremos que lidar com alguns visitantes que talvez se mostrem muito indesejados.

 

Os arqueólogos dizem que este símbolo representa o Sol. Mas talvez essa não seja bem a verdade. Os egípcios deviam conhecer Nibiru, assim como os sumérios, pois seu império durou milênios. Tempo suficiente para poder testemunhar pelo menos uma das passagens deste planeta por aqui. 

Alguns acham que o tal globo alado egípcio se refere a uma estrela, mas como o próprio Zecharia Sitchin afirma, quando Nibiru atravessar nosso Sistema, nós da Terra veremos um “Segundo Sol” no céu com tom avermelhado. É válido citar aqui o Nando Reis, e perguntar: seria ele um profeta?!


Segundo Sol – Nando Reis

Quando o segundo sol chegar
Para realinhar as órbitas dos planetas
Derrubando com assombro o exemplar
O que os astrônomos diriam se tratar de um outro cometa...
Não digo que não me surpreendi
Antes que eu visse, você disse
E eu não pude acreditar
Mas você pode ter certeza
De que seu telefone irá tocar
Em sua nova casa
Que abriga agora a trilha
Incluída nessa minha conversão
Eu só queria te contar
Que eu fui lá fora
E vi dois sóis num dia
E a vida que ardia
Sem explicação...


O que devemos refletir é se realmente Nibiru existe. Alguns chegam até a dizer que a Nasa o chama de Planeta X e que ela tem fotografado um “dócil corpo celeste” que misteriosamente está se aproximando ao nosso Sistema Solar e, detalhe, este planeta é vermelho. Outros dizem que este planeta já é visto da Terra, mas em alguns lugares específicos e não de forma muito clara.

Wilson Ferreira

Técnico em SEO, liberal apartidário, autodidata em História, fascinado por mistérios, fundador e escritor. Nosso blog é focado em teorias da conspiração, porém você encontrará muitos artigos sobre política, história, sociedade, religião, misticismo, ocultismo e tudo que desperte um certo mistério.
    Comentários Blog
    Comentários Facebook

1 comentários:

  1. Se não me engano o alinhamento dos planetas sempre acontece, sempre nessa data, so nao lembro onde vi! kkkkk

    ResponderExcluir