23/10/2016

Cristianismo responsável pela escravidão?

Cristianismo responsável pela escravidão?

O cristianismo e a escravidão

Se Jesus realmente existiu, ele nasceu em uma sociedade em que mantinham escravos. Como um homem de seu tempo, Jesus não via o comércio de seres humanos como algo imoral, pois em nem uma passagem dos evangelhos ele proíbe, recrimina ou questiona essa prática hoje considerada horrível. O Deus bíblico que ensinou tanta moralidade para o povo de sua época, proibiu muitas coisas, menos a escravidão.

Desde os primórdios do cristianismo os cristãos nunca questionaram sobre a escravidão. Quando o Império Romano se tornou cristão, a escravidão continuou.

Durante o período colonial no Brasil, a igreja brasileira legitimava como "bom e necessário" a escravidão, mesmo com as mudanças morais após a revolução francesa e os movimentos iluministas.

Os textos bíblicos foram escritos de acordo com os valores morais de seu tempo e região, sem nunca mesmo pensar que futuramente a escravidão seria algo hediondo.

O cristianismo foi obrigado a se adequar com a evolução moral e natural do ser humano.
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR

Já curtiu? Clique em "FECHAR"...

Please wait..20 Seconds FECHAR
 

AdBlock Detectado

Desative o AdBlock e recarregue a página para acessar o conteúdo.

Nossa única forma de sustento são os anúncios de extrema qualidade do Google, tente se por no nosso lugar.

Muito obrigado pela compreensão.

×