Verdade Estampada

quarta-feira, março 29, 2017

Entenda o que é Maçonaria e alguns de seus segredos

O que é Maçonaria?

A Maçonaria é uma sociedade discreta, na qual homens livres e de bons costumes, denominando-se mutuamente de irmãos, cultuam a Liberdade, a Fraternidade e a Igualdade entre os homens. Seus princípios são a Tolerância, a Filantropia e a Justiça. Seu caráter secreto deveu-se a perseguições, a intolerância e a falta de liberdade demonstrada pelos regimes reinantes da época. Hoje, com os ventos democráticos, os Maçons preferem manter-se dentro de uma discreta situação, espalhando-se por todos os países do mundo.
Sendo uma sociedade iniciática, seus membros são aceitos por convite expresso e integrados à irmandade universal, por uma cerimônia denominada iniciação.

Esta forma de ingresso repete-se, através dos séculos, inalterada e possui um belíssimo conteúdo, que obriga o iniciando a meditar profundamente sobre os princípios filosóficos que sempre inquietaram a humanidade.

O neófito ingressa na Ordem com o grau de Aprendiz. Ao receber instruções e ensinamentos, galga ao grau de Companheiro e após período de estudos chega ao grau máximo do Simbolismo, ou seja o Grau de Mestre Maçom.

Os Maçons reúnem-se em um local ao qual denominam de Loja, e dentro dela praticam seus rituais. Estes são dirigidos por um Mestre Maçom experimentado, conhecido por Venerável Mestre. Suas cerimônias são sempre realizadas em honra e homenagem a Deus, ao qual denominam de Grande Arquiteto Do Universo, (G.'. A.'. D.'. U.'.).
Seus ensinamentos são transmitidos através de símbolos dando assim um conhecimento hermenêutico profundo e adequado ao nível intelectual de cada indivíduo.

Os símbolos são retirados das primeiras organizações Maçônicas, dos antigos mestres construtores de catedrais. "Maçom" em francês significa pedreiro. Devido a este fato encontramos réguas, compassos, esquadros, prumos, cinzéis e outros artefatos de uso da Arte Real, ou seja, instrumentos usados pelos mestres construtores de catedrais e castelos, que são utilizados para transmitir ensinamentos.

Por possuir um conhecimento eclético, a Maçonaria busca nas mais diversas vertentes suas verdades e experiências, dando um caráter universal a sua doutrina.

A Maçonaria não é uma religião, pois o objetivo fundamental de toda sociedade religiosa é o culto a divindade.

Cada Loja possui independência em relação as outras Lojas da jurisdição, mas estão ligadas a uma Grande Loja ou Grande Oriente, sendo estes soberanos. Cada Grande Loja ou Grande Oriente denomina-se de "potência". Esta é uma divisão puramente administrativa, pois as regras, normas, e leis máximas, denominadas "Landmarks" são comuns a todos os Maçons.
Um dos Landmark básicos da Ordem é que o homem para ser aceito deve acreditar em um princípio criador independente de sua religião.

Seus integrantes professam as mais diversas religiões. Como no Brasil a grande maioria dos brasileiros são cristãos, adota-se a Bíblia como livro da lei. Em outra nação, o livro que ocupa o lugar de destaque no Templo, poderá ser o Alcorão, o Torá, o livro de Maomé, os Vedas, etc, de acordo com a religião de seus membros.
No preâmbulo da primeira Constituição editada pela Grande Loja ficam registrados de forma clara os princípios em que se baseia a Ordem:

A Maçonaria proclama, como sempre proclamou desde sua origem, a existência de um Princípio Criador, sob a denominação de Grande Arquiteto do Universo;

A Maçonaria não impõe nenhum limite a livre investigação da Verdade e é para garantir a todos essa liberdade que ela de todos exige tolerância;

A Maçonaria é, portanto, acessível aos homens de todas as raças e de todas as crenças religiosas e políticas;

A Maçonaria proíbe em suas Oficinas toda discussão sobre matéria partidária, política ou religiosa, recebe os homens qualquer que sejam as suas opiniões políticas ou religiosas, humildes, embora, mas livres e de bons costumes;

A Maçonaria tem por fim combater a ignorância em todas as suas manifestações;

É uma escola mutua que impõe este programa: obedecer as leis do País, viver segundo os ditames da honra, praticar a justiça, amar o próximo, trabalhar incessantemente pela felicidade do gênero humano e para conseguir a sua emancipação progressiva e pacífica."

Maçons famosos fundaram diversas entidades que prestam serviços a humanidade, vejamos alguns exemplos: Os escoteiros por Robert Baden Powell, os Clubes de Rotary por Paul Harris, os Clubes de Lions por Melvin Jones, os grupos de jovens DeMolays por Frank Sherman Land.

A independência do Brasil foi decretada e solicitada a Dom Pedro I em uma sessão Maçônica realizada em 20 de agosto de 1822. Este dia é dedicado ao Maçom brasileiro.

O Marechal Deodoro da Fonseca, iniciado na Loja "Rocha Negra" de São Gabriel, Rio Grande do Sul, proclama a república em 15 de novembro de 1889.

Nossa Loja Fraternidade contou em suas colunas com o General Manoel Luiz Osório, Marquês do Herval.

Conheça alguns segredos da Maçonaria

E é justamente por conta de tanto sigilo que existem controvérsias e especulações sobre as práticas da maçonaria. Pensando nisso, o pessoal do site ListVerse decidiu revelar uma série de supostos segredos dessa organização em um interessante artigo, e nós selecionamos cinco deles para você conhecer.

Vale destacar que não sabemos se os segredos a seguir continuam em prática ou não, nem se realmente são verdadeiros, mas eles servem para alimentar a nossa imaginação sobre o que pode ocorrer durante as reuniões maçônicas. Confira:

Os maçons têm cumprimentos e palavras secretas


Segundo o pessoal do ListVerse, apesar de muitos membros negarem, existe pelo menos um cumprimento maçônico secreto, assim como diversas palavras utilizadas como “senha”. Em alguns casos, as palavras são utilizadas durante cerimônias, enquanto outras têm finalidade específica e servem para que outros integrantes da organização se mobilizem e venham em socorro dos companheiros que se encontram em apuros.

Os maçons são poderosos

Estima-se que no mundo inteiro exista um número estimado em seis milhões maçons e, de acordo com Nigel Brown, Grande Secretário do United Grand Lodge da Inglaterra, só no país existem aproximadamente 250 mil integrantes. Historicamente, além de muitos nobres e personagens ilustres — como Winston Churchill e do escritor Arthur Conan Doyle, por exemplo —, pelo menos cinco monarcas britânicos fizeram parte da ordem.

Atualmente, muitos membros da organização estão envolvidos na política e economia do Reino Unido, e o mesmo pode ser dito com respeito aos maçons de outros países. Portanto, não é de se estranhar que circulem boatos de que esses homens poderosos trabalhem no sentido de controlar o governo e as finanças — e de que eles costumam encobrir seus rastros associados com a corrupção.

Os maçons não testemunham uns contra os outros

É provável que muitas coisas tenham mudado ao longo da História, mas dizem que, pelo menos no passado, os maçons não testemunhavam contra outros integrantes da ordem durante processos judiciais. Embora essa atitude seja definida como perjúrio — ou seja, o ato de realizar um juramento falso ou violá-lo —, os maçons acreditavam que trair um companheiro da organização era imperdoável.

Símbolo maçônico na nota de dólar

Se você olhar com atenção para uma nota de dólar, vai notar que em uma das faces da cédula existe um símbolo maçônico: o olho que tudo vê sobre uma pirâmide, acompanhado do lema “novus ordo seclorum” — ou “nova ordem mundial” em tradução livre.

Pois dizem que a decisão de incluir esse desenho tão simbólico não teve nada a ver com qualquer influência por parte dos maçons, embora Benjamin Franklin — que fez parte do comitê responsável pela criação da nota — fosse membro da organização. Seria um caso de pura coincidência?

O ritual de iniciação e a forca

Por mais estranho que pareça, durante o ritual de iniciação, o novo integrante da organização tem uma forca colocada no pescoço. Segundo os maçons, trata-se de um gesto bonito e nada intimidador, e a corda com esse nó específico tem como finalidade simbolizar o cordão umbilical. Contudo, deve ser um tanto quanto assustador passar pela experiência de ter uma forca sendo presa ao redor da garganta, você não acha?

Fontes: 
http://www.fraternidade.org.br/macom1.htm
http://www.megacurioso.com.br/teorias-da-conspiracao/55551-conheca-alguns-supostos-segredos-da-maconaria.htm
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
 

Receba novas atualizações na sua caixa de entrada gratuitamente.