Verdade Estampada

quarta-feira, junho 14, 2017

Liberalismo: Pensamento político e econômico

Liberalismo: Pensamento político e econômico
O liberalismo é uma corrente de pensamentos político e econômico que surgiu nos meados do século 16, nos primórdios do iluminismo e consolidou-se no século 18. O liberalismo é uma filosofia política baseada no ideal de liberdade e ganhou corpo como movimento político durante a época da renascença, quando se tornou popular entre filósofos e economistas do mundo ocidental. 

O liberalismo rejeitava coisas comuns daquela época, como religião de Estado e monarquia absolutista. Entre os principais pensadores clássicos do liberalismo, podemos destacar, John Locke, Adam Smith e Jean-Jacques Rousseau.

Entende-se por liberalismo político o pressuposto filosófico de que o ser humano tem direitos fundamentais, como direito a vida, liberdade e felicidade, cabe o Estado respeitar e não invadir esses direitos, ou seja, o liberalismo limita tanto os poderes, quanto as funções do Estado. 
Liberalismo: Pensamento político e econômico

Liberalismo Clássico e Jhon Lock

John Lock foi um importante filósofo inglês, ele é considerado um dos ideólogos do liberalismo e do iluminismo, para Lock a soberania não reside no Estado, mas sim na população. Lock também defendeu a separação da Igreja do Estado e a liberdade religiosa, recebendo por esses ideais, forte oposição da Igreja Católica. Para Lock o poder deveria ser dividido em três, o executivo, legislativo e judiciário.
Liberalismo: Pensamento político e econômico

Liberalismo Econômico e Adam Smith

No liberalismo econômico, o Estado não deve intervir nas relações econômicas que existem entre indivíduos, classes ou nações. 

Liberalismo: Pensamento político e econômicoUm dos mais conhecidos da doutrina liberal econômica foi Adam Smith, para Smith, as ações individuais influenciadas pelo interesse próprio, seriam guiadas infalivelmente por uma mão invisível, no sentido da realização do bem comum. 

No conceito de mão invisível, ele descobriu que indivíduos buscando seu próprio interesse, poderiam ajudar outros indivíduos, mesmo sem intenção alguma. Ele apresenta isso mostrando a teoria da oferta e da procura, ou seja, um produto no mercado com oferta e abundância tendo pouca procura, terá a tendência a ter seu preço reduzido, e um produto com pouca oferta e muita procura, terá o preço mais elevado.
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
 

Receba novas atualizações na sua caixa de entrada gratuitamente.