05/03/2019

Comportamento empreendedor para empreender

Comportamento empreendedor para empreender
É importante considerar que a decisão de empreender está intimamente relacionada à situação política, econômica, cultural e social do meio em que o empreendedor pretende interferir. Mesmo considerando que o empreendedorismo tem suas raízes na própria origem do homem – já que foi mediante sua ação que todas as transformações da humanidade aconteceram – o empreendedor ganhou relevância no final do Feudalismo, ampliando seu papel e sua importância durante a Revolução Industrial, e depois com todas as transformações dos séculos XX e XXI.


Principais focos e tipos de ações empreendedoras

O “querer” é o grande elemento motivador e direcionador da ação humana. É o instante em que a pessoa define o que quer que todo o processo de caminhar em direção à conquista desse alvo desejado começa. Porém, muitas vezes as pessoas manifestam seu querer a partir do momento que adquirem bens, realizam de viagens, casam-se, constituem família etc.

No fundo, tudo isso é apenas parte do efetivo querer de todas elas – que é a felicidade. Gikovate (1981) referenda essa visão ao dizer que “a meta do homem livre é a felicidade em vida; ou seja, aquilo que a religião prometeu para depois da morte e a ciência sugeriu que é impossível”.

A ligação entre sorte, criatividade e ação empreendedora

Seria muito superficial pensar que as ações empreendedoras de sucesso foram fruto da simples sorte. O sucesso, hoje, em meio a tantas transformações e complexidade, demanda boa dose de competência, arrojo, liderança, capacidade decisória e gestão – enfim, fatores como planejamento (capacidade técnica), gestão (capacidade gerencial), visão sistêmica (capacidade analítica) e criatividade (capacidade inovadora) são muito mais relevantes e decisivos do que a sorte.

O CHA empreendedor

Fica nítida a necessidade de o empreendedor desenvolver todo um conjunto de habilidades e competências para poder fazer sua caminhada em busca da realização de seus sonhos/objetivos. Porém, isso não significa que sua ação só poderá começar quando ele estiver pronto: pelo contrário, boa parte desses requisitos são adquiridos no caminhar.

O perfil do empreendedor?

Sim, é possível falar sobre perfil empreendedor. Observando a prática empreendedora, é possível identificar elementos que se destacam nas ações deste. De imediato, destaca-se a importância de ser um bom gestor já que a todo o momento é desafiado a gerenciar pessoas, tempo, processos, planos, finanças, materiais, logística, tecnologias etc. E sem poder se eximir de tais questões, afinal, o negócio precisa que tudo isso funcione a contento para que se possa chegar aonde se deseja. É preciso gerir tudo ao mesmo tempo e de forma equilibrada, coerente e eficaz.

Pratique você mesmo!

Vamos considerar que você faz parte da equipe da área de pessoal de sua organização, e foi desafiado(a) a apresentar um projeto cujo objetivo é causar o crescimento do espírito empreendedor nos colaboradores. De imediato, foi solicitado a você que apresentasse cinco propostas de cursos, considerando que em cada um deles será trabalhado o desenvolvimento do potencial empreendedor dos envolvidos.

Quais seriam esses 5 cursos? Que características do perfil empreendedor seriam trabalhadas nesses cursos? De que modo esses cursos iriam trabalhar esses elementos do perfil empreendedor?
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
PRÓXIMO ARTIGO PRÓXIMO ARTIGO
ARTIGO ANTERIOR ARTIGO ANTERIOR
 

AdBlock Detectado

Desative o AdBlock e recarregue a página para acessar o conteúdo.

Nossa única forma de sustento são os anúncios de extrema qualidade do Google, tente se por no nosso lugar.

Muito obrigado pela compreensão.

×